Voltar à página principal
Pintura Notícias Textos de Teresa Magalhães Recortes de Imprensa Sobre a Pintura Contactos


JL 1999 - Exposição Individual – Centro de Arte Moderna, Fundação Calouste Gulbenkian
JL,  Artes, Setembro de 1999, texto do pintor Rocha de Sousa.


A intensidade do fazer

Na bela série de grandes telas de meados de 90, Teresa Magalhães não cede à densidade dos efeitos plásticos, abre importantes clareiras no plano, entra nele a partir dos limites ou sugere o abandono dele através de alguns conjuntos de orientação específica. Atrás disto, ou dentro disto, há por vezes elementos que sugerem restos de objectos, de coisas perdidas para além do nome, uma referência quase esquecida, um rasto do que os olhos trabalharam na mobilidade do real.

Ao nível dos elementos estruturais da linguagem, como a linha, a textura, os valores, Teresa Magalhães dá-Ihes presença, não os encobre com desnecessárias roupagens: esses elementos fornecem ritmo e uma espécie de sonoridades a cada peça onde se organizam, organizando conjuntos de redes significantes. Se é verdade que a parede de Leonardo reaparece na invenção desta pintura bidimensional, não é menos certo de que tais obras desenvolvem uma espécie de equivalentes melódicas, a musicalidade por vezes distorcida que confere ao espaço em volta mais um sinal de vida.
 


  © 2008 Teresa Magalhães. Todos os Direitos Reservados || Desenvolvido por workinblues multimedia