Voltar à página principal
Pintura Notícias Textos de Teresa Magalhães Recortes de Imprensa Sobre a Pintura Contactos


JL 1994 - Exposição Individual - Galeria Nasoni, Junho de 1994, Lisboa
Jornal de Letras, 8 de Junho de 1994, texto do pintor Rocha de Sousa.


Sensibilidade em festa


(...) O que vemos nessas telas exprime a rnemória lúdica da infância, a rebeldia contra as normas do conceber e do fazer, comportando indícios de exasperação e de impaciência, desejo meio corporal de fusão com os materiais. E tudo isso diz bem o que resta de alegria, em triunfo, em sensualidade assumida, em sonoridade provável, em sonho de um garatujar entre adultos, no gosto de fazer, porque sim, por prazer, em nome dos espectáculos inumeráveis da alma e do absurdo dos seus maravilhamentos. Cada representação assim acontecida - frutos, utensílios, brinquedos, bugigangas - desprende-se das referências eventuais, abre-se e enovela-se na fascinante hipótese dos outros sentidos todos, entre a dor e a alegria, entre o deserto e a cidade cheia, derramando-se sobre nós com o efeito de um carnaval irrecusável. Cada quadro, mesmo quando alguma ordem lhe simula gradeamentos anteriores, é caminho oferecido à respiração, aos imperativos do ritmo e do espectáculo visual. O seu lado interior é indecifrável neste encontro, mas obviamente ele existe e algumas "composições" aproximam-nos mais do outro lado das aparências plásticas: vemos então formas semidesfeitas e desgarradas, quase destroços, algo que sobra como lixo ou inutilidades do consumo sobre fundos de rosa duro e névoa azulada. O que escolhemos, por fim e no entanto, pode ser a frescura de um amarelo doce, o caleidoscópio dos brinquedos outra vez, espalhados no chão ou tom- bando do céu.

 


  © 2008 Teresa Magalhães. Todos os Direitos Reservados || Desenvolvido por workinblues multimedia